Contra Exploração Sexual no Turismo

O Ministério do Turismo vem trabalhando ativamente contra a exploração sexual no turismo e pra isso vem promovendo cursos como em Goiânia com o curso de formação de multiplicadores que é uma iniciativa com a qual pretende enfrentar e minimizar o problema. Prevenção é um grande compromisso assumido por 163 multiplicadores que no Brasil foram formados pelo Projeto de Prevenção a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo.

Compromisso assinado em Quito

A formação de multiplicadores que queiram se engajar na luta contra a exploração sexual no turismo fazem parte de um compromisso assumido pelo Ministério do Turismo e o Grupo de Ação regional das Américas (GARA) e que foi assinado por ambos na ultima reunião não só de ministros como de outras autoridades de Turismo que se realizou no mês de junho de 2009 em Quito no Equador.

Reunião

Nessa ocasião a meta era a formação de 140 multiplicadores, mas a realidade superou as expectativas e o numero de profissionais que se formaram para atuarem contra a exploração sexual no turismo chegou aos 163.

Interatividade de participantes

Elisangela Machado que é coordenadora do Projeto de Prevenção a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo da CET da UnB, acredita que o ponto alto dos cursos ficou por conta da interatividade entre os participantes, pois desse modo se tornou possível que ações fossem traçadas levando em consideração a realidade de cada localidade.

Crianças

No momento em que os participantes interagem com a elaboração das ações estas se tornam muito mais efetivas, pois os resultados são direcionados e, portanto mais eficazes na medida em que representam a realidade de cada estado. Apoiando a execução dos planos o MTur disponibilizou R$ 120 mil para cada estado e já estão tendo o retorno destas ações.

Ultrapassando metas

Para Nei Campo que é o diretor do CET da UnB no momento em que se está ultrapassando metas, podemos ter a satisfação de dizer que a equipe trabalha engajada no objetivo maior, com entusiasmo e a participação de todos. Ver o engajamento em um projeto dessa magnitude é extremamente compensador segundo Campos.

Enfrentando o problema

Para enfrentar de vez o grave problema da exploração sexual no turismo é preciso um amplo trabalho de conscientização dos empresários em turismo e investir na educação a respeito do assunto, nas escolas.

Conscientização

Além disso, é preciso reverter àquela visão estereotipada do país no exterior. A riqueza do Brasil a ser divulgada é imensa e essa divulgação não pode deixar de ser feita.

Ações futuras

Na segunda metade deste ano as ações preventivas contra a exploração sexual no turismo deverão ter como foco as cidades sede da Copa do Mundo em 2014. A campanha nacional deste projeto estará sendo lançada no mês de novembro.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Legislação do Turismo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *