Pontos Turísticos em Minas Gerais

Minas Gerais faz parte dos estados brasileiros, estando presente na Região Sudeste do Brasil, e em extensão territorial estado em quarto lugar e o 2º em número de habitantes. Limita-se ao Sudoeste e ao sul com São Paulo, a noroeste com o Distrito Federal e Goiás  e a oeste com o Mato Grosso do Sul, a nordeste e a norte com a Bahia, a sudeste com o Rio de Janeiro e a leste com o Espírito Santo. Tem sua subdivisão de território composta por 853 municípios, com o maior número dentre todos os estados do Brasil.

Em virtude de seu vasto patrimônio histórico e suas naturais belezas, Minas Gerais é um destino turístico importante em todo o país. O povo de Minas conta com uma peculiar cultura, assinalada por manifestações de religiosidade tradicionais e comidas típicas regionais, além de valorização nacional de suas produções contemporâneas artísticas e ainda no campo esportivo.

Turismo em Minas Gerais

Um dos circuitos turísticos mais importantes de Minas Gerais é a Estrada Real, que atravessa os caminhos antigos usados para fazer o transporte de ouro das minas, ligando a região central com as cidades de Parati e do Rio de Janeiro. Os roteiros diferenciados deste circuito oferecem encantos culturais,  históricos e naturais aos seus visitantes.

Outro notável aspecto do turismo de Minas abrange a visita às cidades históricas, que conservam atualmente as construções do museu colonial e ainda incluem espaços culturais e museus revelando o passado dessas cidades. Neste roteiro podemos destacar Ouro Preto, onde está o Museu da Inconfidência.

O relevo de Minas gerais apresenta grande quantidade de serras e picos, como também inúmeras cavernas e grutas, lagos e rios artificiais e naturais e uma imensa riqueza da flora e fauna, atraindo turistas praticantes do ecoturismo e aqueles que estão em busca de aventuras. Outro relevante segmento é o turismo rural, pois o estado contempla inúmeros empreendimentos direcionados a este fim.

Na porção mais do centro do estado, além da capital e das cidades históricas, podem ser encontrados parques nacionais a exemplo do Serra do Cipó, e ainda o Museu de Inhotim, que traz um dos maiores aglomerados de arte contemporânea de todo o Brasil. Ao Sul há o Circuito das águas, famoso por contar com estâncias minerais.

Podemos ainda dar destaque ao turismo de negócios que se encontra numa grande expansão, já que recentemente tem havido eventos grandiosos com projeção internacional no estado. Nesse segmento podemos destacar, com louvor, a cidade de Belo Horizonte, que recebe a cada dia mais congressos, feiras, e reuniões, atribuindo-se todo sucesso à infraestrutura e rede hoteleira importante da capital. No interior, outras cidades como Uberaba, Juiz de Fora, e Uberlândia oferecem também alternativas à realização de negócios de porte grandioso.

Artesanato e Folclore

Uma influência marcante no Estado de Minas Gerais é a religiosidade, presente nas manifestações culturais mais importantes do povo mineiro, especialmente nas festividades folclóricas. Entre as tradições constantes do estado, destacam-se o Congado, que congrega danças recebidas da cultura africana, trazida pelos escravos, juntamente às tradições católicas dos conquistadores; as Cavalhadas, que simulam as guerras e combates travados entre cristãos e mouros; as Pastorinhas, que são meninas e meninos que fazem visita aos presépios nas casas, da mesma forma que se fazia na cidade de Belém no tempo de Cristo; a Folia de Reis, que festeja desde o nascimento de Cristo até o recebimento da visita dos  Reis Magos, contando com visitas às casas e procissões; o Bumba meu Boi, que representa o renascimento e a morte do boi; uma das mais famosas é a Festa do Divino, em honra homenagem ao Divino Espírito Santo; a Dança de São Gonçalo; e nas festas juninas, as tão conhecidas quadrilhas.

Grande parte dos produtos artesanais de Minas tem relação com as tradições culturais estaduais, como na reprodução de imagens de personagens históricos ou santos. Também o artesanato pode ser encontrado em inúmeras regiões mineiras, com fabricação baseada em cerâmica, fibras vegetais, pedra-sabão, madeira, argila, estanho e prata.

Em Tiradentes, por exemplo, ganha destaque os itens em prata; nas localidades do Vale do Jequitinhonha são confeccionadas peças em cerâmica e em madeira; já em Ouro Preto,  Mariana, Congonhas, e Serro existe presença considerável do artesanato em pedra-sabão; em Viçosa e em Ouro Preto são confeccionados utensílios em metais variados, especialmente cobre; e no restante do estado podem ser adquiridos bordados, trançados em bambu, talas, e fibras têxteis, tricôs e crochês, além de trabalhos na madeira.

Por sua vez, a cozinha mineira, a proteína mais presente é a carne de porco, tendo fama o tutu de feijão com lombo de porco, o leitão a pururuca, a costelinha de porco. Além disso, são apreciados outros pratos como o feijão tropeiro com torresmo, a vaca atolada, a canjiquinha com carne de porco ou de boi, couve e linguiça, o angu de fubá com frango ao molho pardo, e o arroz com pequi e frango com quiabo, dentre outros.

Além dos doces são famosos ainda os doces mineiros, principalmente o doce de leite, a paçoca e a goiabada. Também os queijos, o pão de queijo, e o café estão entre as referencias principais da cozinha mineira. Muitos desses pratos contam com origens indígenas, já que contam com ingredientes predominantemente naquela culinária, como milho e mandioca, mas com incrementos dos povos europeus, introduzindo vinho e ovos.

Mais Pontos Turísticos de Minas Gerais

  • Sabará: arquitetura colonial mineira
  • Caeté: arquitetura colonial mineira
  • Inhotim: paisagismo de Roberto Burle Marx – museu de arte a céu aberto
  • Congonhas: vida e obra de aleijadinho – cidade histórica
  • Ouro Preto: patrimônio cultural da humanidade – cidade histórica
  • Ouro Branco: arquitetura colonial mineira – cidade histórica
  • Parque Nacional do Caraça: patrimônio natural – santuário selvagem
  • Mariana: arquitetura colonial mineira – cidade histórica
  • Parque Nacional da Serra do Cipó: patrimônio natural – santuário selvagem
  • São João Del Rei: arquitetura colonial mineira – cidade histórica
  • Tiradentes: arquitetura colonial mineira – cidade histórica
  • Diamantina: arquitetura colonial mineira – cidade histórica

Todas essas cidades são garantia de aprendizado e cultura, sem mencionar a beleza local, presente para onde quer que se olhe.

À seguir, alguns pontos turísticos em Minas Gerais. Só para começo, VALE MUITO A PENA conferir! 1 – Pirâmide Leva o nome de pirâmide pelo formato arquitetônico escolhido em sua construção. O local é usado bastante para criação de belas fotografias, devido às maravilhosas paisagens. É usado também para terapias alternativas, exercícios mentais e meditação. Localiza-se na cidade de São Tomé das Letras. 2 – Cachoeira Véu das Noivas A Cachoeira Véu das Noivas é formada por 3 quedas d’água.

Pontos Turísticos em Minas Gerais

Pontos Turísticos em Minas Gerais

A principal queda d’água possui 10 metros de altura e 15 de largura. Há um trenzinho no local que realiza passeios que permite aos visitantes a contemplar a beleza natural do local, composta por flores, pinheiros e plantas ornamentais. Localiza-se na cidade de Ribeirão das Antas. 3 – Cachoeira da Fumaça A Cachoeira da Fumaça possui 25 metros de queda de água. As águas que caem, ou melhor, que forma a cachoeira vêm do rio, ribeirão carrancas. Localiza-se a 6 km da cidade de Carrancas. Esses são alguns pontos turísticos de Minas Gerais. Também tem o Mirante São Domingos, a Pedra Redondo, Pedra Partida, o Chapéu do Bispo e muitos outros.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Atrações Turísticas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *