Passaredo Linhas Aéreas

Viajar é um dos prazeres mais requisitados pelas pessoas. A possibilidade de conhecer novos locais e com isso adquirir novas experiências parece encantar cada vez mais a população. Apesar de o mundo estar enfrentando uma crise econômica, o número de pessoas que separam uma parte do orçamento para realizar uma viagem mais do que cresceu nas últimas décadas.

O Brasil, por exemplo, é um país repleto de lugares turísticos, tanto naturais quanto feitos pelo homem, mas que possuem alta atratividade. Quem nunca pensou em conhecer o Cristo Redentor, e a praia de Copacabana na Cidade Maravilhosa do Rio de Janeiro? Ou, então, sentir a brisa proporcionada pelas grandes cachoeiras de Foz do Iguaçu? Ou, ainda, se deliciar nas belas praias que o Nordeste oferece? Enfim, o Brasil é um país essencialmente turístico, acolhedor para todo o tipo de povo.

Para realizar as viagens necessárias para esses lugares paradisíacos, muitas pessoas preferem utilizar os aviões para chegar até o destino, por considerarem que as aeronaves são a melhor opção para realizar as viagens, e, também, pelo preço das passagens aéreas terem uma redução no seu preço ao longo dos anos, tornando tal transporte mais acessível.

E, uma das companhias aéreas mais conhecidas do mundo é a Passaredo Linhas Aéreas, que é o alvo do nosso artigo de hoje. Aqui, você vai conhecer um pouco mais sobre essa companhia, bem como algumas informações bastante interessantes sobre ela. Vamos lá?

A Origem da Passaredo Linhas Aéreas

A Companhia Aérea Passaredo surgiu no Brasil no ano de 1995, pós ano eleitoral e onde o presidente Fernando Henrique Cardoso tomava posse do seu primeiro mandato. A época, o Plano Real acabara de ser implantado, dando pequenos passos rumo à estabilização da economia.

A 3 de julho de 1995, o grupo Passaredo lança a sua companhia aérea, fazendo uso de uma frota de aviões oriunda da Embraer, fabricante brasileira de aviões, com os modelos Embraer 120. A boa recepção por parte dos clientes fez com que os investimentos na frota melhorassem ainda mais.

Dois anos depois de sua fundação, em 1997, a Passaredo, em parceria com operadoras especializadas em turismo, lança em sua frota de aviões um Airbus A310-300, da fabricante europeia Airbus. A aeronave tinha a capacidade de até 244 passageiros, sendo um número bastante grande para a época. Não a toa que a Passaredo foi a primeira companhia aérea a operar uma aeronave desse modelo no Brasil.

O negócio havia apresentado um crescimento bastante animador aos controladores da companhia, mas a forte crise que assolou o Brasil nesse período, combinada com a desvalorização do real fez com que ela apresentasse uma série crise econômica, descartando até mesmo a troca de aparelhos antigos – no caso, os jatos EMBRAER- 120 – por equipamentos mais novos. Até que, em abril de 2002, o CEO da empresa, José Luiz Felício, decidiu interromper por tempo indeterminado os serviços prestados pela companhia, objetivando estudar mais a fundo a situação da empresa para poder tomar uma decisão que possa salvar o futuro da mesma.

Em 2004, porém, Felício percebeu que era hora de voltar, já que, nesse período, a confiança na retomada de crescimento do Brasil cresceu muito devido também a troca de governo (na época, o país era comandado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT), que gerou uma enorme expectativa econômica.  Para o retorno, considerado triunfal, o nome que passou a ser usado para denominar a empresa é “Passaredo Linhas Aéreas”. Felício decidiu arrendar uma aeronave de uma companhia aérea, além de ir até os EUA adquirir outros jatos para renovar a sua envelhecida frota.

A decisão de Felício em interromper temporariamente o funcionamento da companhia pareceu ser bastante acertada, já que a companhia passou a recuperar todo o prestígio e dinheiro que possuía no início de seu funcionamento, na década de 1990. Em 2008, 4 anos após a reabertura da companhia, os índices mostravam uma clara recuperação da empresa, o que possibilitou novos investimentos para a sua frota. Felício, então, passou a procurar novas aeronaves para compor a sua frota que, na época, já ultrapassava os 15 aparelhos. Além do investimento em aeronaves, a Passaredo passou também a implantar novas rotas de voos pelo Brasil afora, o que aumentou ainda mais a presença da passaredo no cenário da aviação brasileira.

Tal situação de tranquilidade quanto ao gerenciamento da empresa se deu também pela bonança econômica que se encontrava o Brasil, o que possibilitou tais investimentos para o crescimento das empresas, como a própria Passaredo.

A situação permaneceu assim até o ano de 2012, quando a Passaredo entrou na justiça com um pedido de recuperação judicial, objetivando o pagamento de passivos que se acumularam devido a vários fatores que acometeram esse período de “certa” tranquilidade, e, assim, podendo preservar os seus negócios e suas atividades, escapando de uma possível falência. É necessário destacar que esse período é diferente do primeiro enfrentado pela empresa em 2002, já que a diretoria resolveu interromper as atividades antes de chegar a pedir concordata – que é um dos vários nomes para recuperação judicial- evitando, assim, mais transtornos e prejuízos a empresa.

Em 2013, a Passaredo obteve vitória da justiça, já que o seu plano de recuperação foi aprovado. Depois de uma reunião entre os acionistas, ficou acordado um plano para sanar os passivos, que chegavam a 150 milhões de reais, em até 15 anos. Uma curiosidade é que tal ação foi a primeira aceita de uma empresa aérea depois da vigência da nova lei de falências e outros afins. A medida já surtiu efeito nas contas da companhia, já que, até o final do ano de 2014, a dívida já tinha caído para menos de 90 milhões.

A Passaredo é considerada, atualmente, uma das empresas aéreas mais seguras do Brasil, juntamente com a Avianca. Apesar da crise que a assolava, em 2015, a companhia lançou o “Pass”, revista mensal com tiragem quinzenal que é distribuída de graça a todos os clientes da empresa aérea, onde está contida desde informações turísticas, gastronômicas e econômicas a até mesmo informação sobre a companhia. Hoje, a empresa aérea oferta 80 rotas de viagem em variados locais do Brasil, muitos sendo turísticos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Companhias Aéreas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *