Doenças e Prevenção ao Viajante

Esta se aproximando o final do ano e muita gente já está com as malas prontas, sonhando com as tão merecidas férias. Para não deixar que nada atrapalhe suas férias e da sua família planeje sua viagem com antecedência e verifique todas as precauções que devem ser tomadas, entre elas uma visita ao médico para estabelecer os possíveis riscos existentes no seu percurso, uma vez que certos destinos tanto do turismo emissivo e doméstico quanto do turismo internacional podem implicar em riscos para sua saúde. Assim para aproveitar ao máximo suas férias, siga as recomendações da chamada medicina do viajante e boa viagem!

Água

Água

Consulta do viajante

Embora muita pessoas não conheçam este termo, está é a consulta médica que as pessoas que vão viajar para destinos distantes devem fazer com antecedência mínima de 15 dias. Na maioria dos hospitais existe um Centro de Medicina do Viajante, que recebem orientação da OMS – organização Mundial da Saúde, sobre as doenças e epidemias que as pessoas estão sujeitas em cada ligar do planeta. Além disso mesmo nas viagens nacionais, alguns destinos exigem a vacina. De posse do seu roteiro de viagem o médico poderá lhe orientar acerca dos riscos e da prevenção, especialmente no caso de turismo com crianças, sendo necessário elaborar um programa de vacinação, e verificar possíveis incompatibilidades em caso de ser necessário mais de uma vacina. A prevenção contra doenças como a malária, por exemplo, pressupõe o uso de medicação uma a duas semanas antes do início da viagem. A consulta do viajante também deve ser feita por quem já tem todas as vacinas, para que seja orientado contra possíveis riscos atuais e sobre a forma de melhor prevenir, e se necessário seja feita a prescrição de eventuais  medicamentos.

Virus

Virus

Guia de vacinação do viajante brasileiro

Apesar deste ser um assunto que normalmente não preocupa quem está com as malas prontas para a viagem de férias tanto para serra do mar quanto para serra da mantiqueira, o impacto das viagens na qualidade de vida da população é de tal forma significativo que levou a Sociedade Brasileira de Imunizações – SBIm, a produzir um guia de vacinação para o viajante brasileiro. O documento foi elaborado por especialistas em imunização e aborda primeiro a medicina do viajante e os risco de aquisição de doenças e logo depois trata da vacinação do viajante, falando das doenças que podem ser evitadas através da vacinação, como hepatites A e B, febre tifóide, febre amarela, sarampo, cólera, doença meningocócica e diarréia do viajante. A última parte do guia traz um quadro com as principais vacinas que podem ser indicadas ao viajante, e que dependem das condições pessoais de cada um e do destino da viagem.

Doenças e Prevenção ao Viajante

Doenças e Prevenção ao Viajante

Principais vacinas e destinos

Vacina da febre amarela – (10 dias de antecedência) – é indicada para quem vai viajar para o Amapá, Amazonas, Acre, Distrito Federal, Mato grosso do Sul, Maranhão, Goiás, Roraima, Para, Rondônia e Tocantins. Para quem viaja para a África, para os paises da América Latina e quem vem para o Brasil esta vacina também é indicada. Europa, América do Sul, América Central, África, Sudeste Asiático e Subcontinente Indiano – é necessário apresentar o Certificado Internacional de vacinação da febre amarela.

Malária –  África Subsaariana, Bacia Amazônica na América do Sul, Madagascar,Irian Jaia, Papua-Nova Guiné, Vanuatu e no Sudeste da Ásia existe um alto risco de contrair a malária, no entanto ainda não existe vacinação contra a doença, portanto o viajante precisa ter informações sobre formas de prevenção e medicamentos.

Cólera, raiva, febre tifóide, etc.estas vacinas podem ser indicadas em casos determinados ou quando haja surto de alguma doença,  mediante a consulta do viajante.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Notícias

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *