Gruta de Santa Albertina São Martinho – SC

Vida da Santa Albertina

Antes de falarmos sobre a gruta de Santa Albertina São Martinho, vamos conhecer um pouco de sua história. A Beata Albertina Berkenbrock nasceu no dia 11 de abril de 1919 em Imaruí, na comunidade de São Luís em Santa Catarina. Filha de Josefina Berkenbrock e Henrique, eram agricultores e ela possuía oito irmãos. No dia 25 de maio de 1919 Albertina foi batizada e foi crismada em 9 de março de 1925, e sua primeira comunhão ocorreu em 16 de agosto de 1928.

Desde muito cedo, Albertina se ligou a religião de maneira profunda, embasando as verdades nos pilares da igreja católica. Era devota de Nossa Senhora, a venerava e recitada terços em sua homenagem, além de recomendar sua eterna salvação a ela. Ela ia se confessar na igreja com frequência e ia sempre às missas. Ela sempre dizia que o dia da sua primeira comunhão fora o dia mais bonito de toda a sua vida. Era muito inclinada aos mandamentos cristãos, inspirava a bondade e vivenciava as práticas religiosas que sua idade permitia realizar. Em seu tempo livre gosta de fazer cruzes e decorá-las com flores e adornos e as pregava nos sepulcros.

Cresceu sob influência religiosa e de maneira simples, sempre ajudava seus pais em tarefas domésticas e na terra. Foi uma criança muito querida, calma, paciente e quando era judiada pelos seus irmãos mais velhos, suportava tudo em silêncio. E socialmente era uma garotinha bem vista, amável e admirada pelos colegas e adultos. Seus professores a admiravam pelo certo amadurecimento espiritual e moral que tinha, dada a sua pouca idade.

Sempre se apresentou com mansidão, cheia de caridade e empatia, já que sempre acompanhava meninas mais simples e pobres, e com estas dividia seu lanche que levava a escola. E até com os filhos do assassino que a matou. No dia 15 de junho de 1931, ela saiu a procura de um boi que tinha se perdido no campo. Caminhando entre as colinas, avistou chifres ao longe e quando foi de encontro, eram bois amarrados, e ali esta Maneco, homem que trabalhava com o seu pai. Ao perguntar a ele sobre o boi perdido, o homem lhe informa pistas falsas, fazendo com que ela vá em um local mais afastado.

Assim foi ela, indo na direção que Maneco apontou, de repente ela o encontra, já que este adentrou o matagal atrás da menina. Neste momento o empregado de seu pai propõe a ela a terem relações sexuais, mas ela se negou e então ele a agarrou a força, porém ela se debateu e por conseguinte ele não conseguiu estuprá-la, mas possesso de raiva ele a mata degolada com um canivete. Maneco tenta despistar seu ato alegando ter encontrado o corpo e colocando a culpa em João Candinho. Este último foi preso, mas sempre contestou. Isto levou os colonos a suspeitarem de que não teria sido ele o real assassino de Albertina, então, começaram a suspeitar de Maneco, e assim a população também começou a suspeitar, já que ele teve atitudes sugestivas durante o velório da menina.

Enquanto as suspeitas estavam sendo levantadas, Maneco planeja sua fuga e este escapa quando o prefeito da cidade de Imaruí manda soltar João Candinho. O administrador público leva o João a casa dos pais de Albertina e pega um crucifixo feito por ela e pediu para que João Candinho colocasse este objeto sobre o peito da menina morta e jurasse sua inocência, assim que ele o fez, a ferida da menina parou de sangrar. E Maneco que tinha fugido, foi preso na cidade de Aratingaúba e além de confessar este crime, confessou o assassinato de um sargente e outro homem de São Ludgero.

Apesar de Albertina ter sido assassinada, ela continuou na memória da região pelo exemplo de generosidade, obediência, pureza e modéstia. No dia 20 de outubro do ano de 2007 Albertina Berkenbrock foi beatificada pelo papa Bento XVI.

Gruta de Santa Albertina São Martinho em SC

Sabemos que o turismo religiosa movimenta milhões de pessoas no Brasil, e em Santa Catarina está localizado o santuário e a gruta de Albertina Berkenbrock. O local é bem simples, e sua infraestrutura fica por responsabilidade do estabelecimento comercial que pertence a família de Albertina. Há na igreja seus restos mortais, e próximo desta está o cemitério onde está sepultada e onde foi beatificada.

Outros Santuários e Pontos Turísticos Religiosos em Santa Catarina

  • Santuário Santa Paulina em Nova TrentoEste destino é o mais visitado pelos devotos, recebendo cerca de 70 mil peregrinos ao mês. Este compreende um parque ecológico, possuindo infraestrutura de restaurantes, sanitários e hospedagens.
  • Santuário e Gruta de Angelina, na cidade de AngelinaEste é formado pela gruta imaculada conceição e ainda conta com 14 estações de via sacra. Fica logo no centro da cidade, sendo que esta gruta foi fundada pelo frei Zeno Wallbroehl no ano de 1899, para cumprir uma promessa feita. Esta contém em seu interior uma imagem originária da Alemanha, esta foi encomendada pelo frei e chegou após sua morte em 1902. O trajeto que leva a gruta é cheio de árvores e jardins e ao longo do caminho há imagens produzidas em gesso, por um artesão alemão no ano de 1900.
  • Monumento em Joaçaba a Frei BrunoEste monumento está dentre os maiores presentes na América Latina. Ela fica localizada em um morro alto e neste local há um museu com a história do Frei.
  • Santuário Nossa Senhora Caravaggio na cidade de Nova VenezaDentro do Santuário há uma gruta que suas águas banham os pés da imagem de Nossa Senhora, sendo esta água pura e cristalina advinda de fonte natural.
  • Santuário de Nossa Senhora de Azambuja, na cidade de BrusqueEste santuário está dentro do Seminário metropolitano de Nossa Senhora de Lourdes, este compreende o museu arquidiocesano Dom Joaquim e a via sacra com esculturas artísticas que relembram passos históricos da região. Este fica há 3 quilômetros de distância do centro urbano e no local há infraestrutura de restaurantes, lanchonete e lojinhas de lembranças, além de ter estacionamento no local.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Sul

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *