Aparecida do Norte – Pontos Turísticos

A Cidade de Aparecida

A cidade se localiza no interior do estado de São Paulo, na região histórica do vale do paraíba. Fica a uma distância de praticamente 2 horas da cidade de São Paulo, cerca de 170 quilômetros, situa-se ao nordeste da capital metropolitana paulistana e na região sudeste do país.

Abrange um território de aproximadamente 121,1 quilômetros quadrados, sendo que totaliza uma área de 5,7 km² em espaço urbano e o restante (115,4 Km²) em perímetro rural. Sua população gira em torno de 36.000 habitantes, sendo considerada uma cidade relativamente pequena quando comparada a outras cidades em seu entrono. São municípios vizinho Guaratinguetá, Potim, Lagoinha e Roseira. Grande parte de seus habitantes vivem na cidade, atingindo um percentual de 99% desta e seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) fica em torno de 0,755 podendo ser classificada de estilo de vida alto relativamente.

Geografia e Meio Ambiente

A cidade está localizada no Vale do Paraíba, geomorfologicamente falando está posicionada sobre o planalto Atlântico, e em seu cenário está incluído mares de morros com altitudes que alcançam até 650 metros de altitude acima do mar, além é claro, com a visão magnífica da Serra da Mantiqueira. A cidade é coberta com aproximadamente 15% de vegetação que restou do processo da urbanização e ocupação, compõe principalmente por uma faixa de capoeira ( vegetação composta por arbustos secundários e gramíneas) e pouco mais de 2% de mata original e Mata Atlântica, o restante são pedaços reflorestados.

Tem um clima tropical semi úmido, o meses com ápices de temperatura são os meses de janeiro e fevereiro que atingem temperaturas aproximadas de 23° e de 16° no período de inverno no mês de julho. No inverno apresentam temperaturas baixas com um clima seco, já no verão apresentam períodos de grande volume de chuva (média de 1350 mm) e alta temperaturas. Em relação aos fenômenos de descargas elétrica a cidade ocupa o ranking de 227°, de acordo com analises dos municípios do estado de São Paulo.

A cidade é banhada pelo rio Paraíba do Sul que possui como confluência dois rios, o Paraibuna e o Paraitinga que têm uma extensão aproximadamente de 1140 quilômetros até desembocar no Oceano Atlântico.

Sua História

A história e origem da cidade têm início no ano de 1717. O município era até então oficialmente território da vila de Guaratinguetá. Seu enredo se inicia com boatos sobre a passagem do Conde de Assumar e Dom Pedro de Almeida passariam pela localidade, a trajeto de Vila Rica, que atualmente é a cidade de Ouro Preto. Tais personalidades eram governadores das províncias de Minas Gerais e São Paulo.

Para que lhes auxiliassem bem em hospedagem e alimentação foi necessário que fossem ao rio Paraíba e pescassem toda a quantidade de peixes que conseguissem para conseguirem realizar um grande banquete aos visitantes e todo seu cortejo de auxiliares e escravos. Dentre os pescadores que foram a atividade estavam João Alves, Domingos Garcia e Filipe Pedroso. O período em que saíram para a pesca não era propícia, já que nas tentativas iniciais não conseguiram pescar nenhum peixe. Cansados e fadigados em suas canoas no porto do Itaguaçú, João Alves jogou uma última vez sua rede, e ao puxar sua ferramenta de pesca sentiu algo pesado, e viu que era uma imagem sem a cabeça. Numa jogada seguinte de rede capturou a cabeça, que se encaixava ao resto do corpo da imagem. Após a união da cabeça ao corpo, a presença repentina de muitos peixes no rio foi surpreendente e foi o início dos milagres atribuídos a imagem.

A estátua resgatada das profundezas do rio Paraíba do Sul foi protegida pela família de Filipe Pedroso por cerca de quinze anos. Neste período muitos fiéis, curiosos, familiares, amigos frequentavam sua residência para rezar, adorar e tocar a imagem e dessa maneira foi se tornando conhecida por muitos locais vizinhos e mesmo os mais longínquos. Foi construído um oratório e mais tarde em 1734 foi construído uma capela, a do Morro dos Coqueiros, hoje conhecida popularmente de basílica velha pelos moradores da cidade. Apesar de capela, ainda era pouco espaço para comportar o fluxo de fiéis, e então iniciou-se a construção de uma igreja maior. Esta foi finalizada no ano de 1908, no dia 29 de abril, mas apesar de ser uma igreja relativamente grande, a quantidade de cristãos e devotos que vinham a procura de suas bençãos aumentavam exponencialmente.

Em 1842, em meados do mês de março, foi criado o distrito de Aparecida, sendo inicialmente uma Vila e anos depois se emancipou de Guaratinguetá, tornando-se município. A cidade se desenvolveu inicialmente em torno da igreja do morro dos coqueiros e no ano de 1929 a Nossa Senhora de Aparecida foi proclamada como a rainha e padroeira do país. Em 1955, no dia 11 de novembro iniciou-se as obras do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, e hoje é o maior templo do catolicismo no Brasil e sendo a segunda maior igreja do mundo, ficando apenas atrás da Basílica de são Pedro no Vaticano.

Aparecida do Norte?

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, o nome da cidade oficialmente é somente Aparecida. O complemento ‘do norte’, muito difundido no país, acabou se tornando popular a partir do ano de 1877, por conta da estrada de trem chamada “estrada de ferro do norte” que funcionava na região e no município. Esta linha passou a se chamar Estrada de Ferro Central do Brasil nos anos posteriores. Moradores da cidade de São Paulo pegavam este trem em direção ao norte/nordeste do estado, indo em direção a cidade de São Paulo. Apesar de não ser legítimo e legal, você pode e com certeza irá escutar referência da cidade como Aparecida do Norte.

Turismo Religioso

De acordo com pesquisas e coletas realizadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) a população cristão do país atinge mais que 85% da população brasileira, sendo que aproximadamente 65% são católicos e 22% evangélicos. O Brasil é o maior país católico do mundo, e na sua grande maioria são indivíduos que levam muito a serio a religião. Esta religiosidade e fé é uma característica que se enraizou culturalmente em nossa nação, a fé mobiliza peregrinos tanto de cidades do próprio país como também estrangeiros.

De acordo com a Mtur ( Ministério do Turismo), esta área de atuação econômica do turismo religioso, movimentam em torno de 15 bilhões de reais todos os anos, e a tendência é aumentar. Percebemos que é um setor de grande importância econômica, este segmento corresponde a 3% do turismo no país. A cidade de Aparecida é uma das principais cidades do turismo religioso, recebendo cerca de 12 milhões de fiéis todos os anos, e toda sua estrutura gira em torno do turismo religioso, suas indústrias, empresas, comércio e sustento da cidade.

Agora iremos listar todos os pontos turísticos que a cidade da mãe Aparecida tem a oferecer aos seus visitantes da fé.

Santuário Nacional Nossa Senhora Aparecida

O templo, foi a terceira igreja construída para celebrar e contemplar a imagem da Santa que foi encontrada no rio Paraíba do Sul em 1717. É conhecida e citada também pelo nome de basílica nova, sua construção foi iniciada em 1952 sendo que seu terreno foi doado e sua estrutura metálica de sustentação foi oferecida pelo então presidente JK.

A igreja já foi contemplada três vezes pela condecoração Rosa de ouro, um ornamento de buquê de rosas feito de ouro puro, e este recebe benção papal, sendo símbolo de lealdade, estima e reverência com a Santa Fé.

O santuário possui uma grande infraestrutura de achados e perdidos, rampas de acesso a cadeirantes, ambulatório para emergências, fraldário, banheiros, água potável, salão dos romeiros ( funciona como espaço para refeições), centro de informações sobre o local e horários de missas. Ainda fazem parte da igreja a sala das promessas ou sala dos milagres onde é reunido várias provas de milagres e fé de seus peregrinos, sala das velas, etc.

  • O Nicho da Imagem de Nossa Senhora Aparecida

A imagem está localizada na nave sul da igreja e está em um altar dourado, protegido, e no local é possível observar os detalhes em porcelana e pintados a ouro. É a imagem original, e a parede a qual está exposta possui 37 metros de altura. A superfície ao seu entorno é decorada com mosaicos e desenhos que remetem e contam a história de seu encontro. A proteção é de vidro blindado, ao qual pesa cerca de 205 quilogramas.

  • Passarela da Fé

A passarela possui cerca 392 metros de comprimento, e faz ligação geográfica entre a basílica nova (Santuário Nacional de Aparecida) com a basílica velha (Matriz Basílica Nossa Senhora da Conceição Aparecida, anteriormente a Capela do morro dos Coqueiros). Nesta passarela é o local onde peregrinos e cristão realizam atos de fé, onde andam de joelhos para pagar suas promessas de milagres que ocorrem em suas vidas.

  • Mirante da Torre do Santuário Nacional da Nossa Senhora Aparecida

Está localizada no último andar da torre da igreja, mais especificamente no 18º andar, e possui uma área de 324 metros. De cima é possível ver  a deslumbrante Serra da Mantiqueira, to a cidade de Aparecida e proximidades, o Rio Paraíba do Sul e a a Dutra, a Rodovia que passa próximo a Cidade.

A visitação custa R$8,00 a entrada e para estudante e idosos há a meia entrada, e seu horário de funcionamento de segunda a sexta vai das 9 horas da manhã até as 16h30, no sábado vai das 7h às 18h, domingo das 7h às 15h30 e feriado das 8h até às 16h30.

  • Monumento de 300 anos

A peça representa os três pescadores, a rede e a imagem da Santa, quando foi capturada no ano de 1717. O monumento foi confeccionado  em Verona, Itália e recebeu a assinatura do artista plástico Cláudio Pastro. É uma réplica do monumento presente também no Vaticano. A peça possui 1,13 de largura e 3,42 metros de altura e seu peso total é de 1713 quilogramas.

  • Monumento da Nossa Senhora de Fátima

Em comemoração aos 300 anos de Aparecida e aos 100 anos a imagem de Fátima (celebração remetente à Portugal) houvem a inauguração em 17 de maio de 2014 do monumento referente a imagem na basílica nova.

  • Memorial dos Construtores

No dia 30 de novembro de 2016 foi inaugurada o monumento que faz referência aos colaboradores do Santuário, destacam-se os 2356 nomes que contribuem com o Santuário, de arcebispos, cardeais, bispos, administradores engenheiros, padres, reitores, e colaboradores. Ainda no monumento estão escritos todos as capitais dos estados brasileiros, fazendo referência a sua importância e significado em todo o Brasil. No topo há a estátua de Nossa Senhora de Assunção, sendo esta oferecida em 29 de maio de 195 pela arquidiocese de São Paulo, possuindo 2,50 metros de altura. Ao todo o monumento têm 12 metros de altura.

  • A Cúpula da Basílica

Esta se localiza há uma distância de 72 metros do chão e localiza-se sob o altar principal da igreja. Há um circuito de visitação onde a entrada é cobrada por apenas R$10,00, havendo opções de meia entrada para estudantes, professores e idosos de mais de 60 anos de idade. É possível apreciar 52 painéis e compreender toda simbologia embutida nesta. O horário de funcionamento é o mesmo do mirante da torre do santuário citado nos tópicos acima.

  • Capela da Ressurreição

Na capela estão os restos mortais de arcebispos e bispos da cidade de Aparecida. Tendo também um memorial para citar todos outros colaboradores da campanha dos devotos que já se fizeram presentes. Tem funcionamento em todos os dias da semana nos horários da 5h30 até às 18h.

  • Museu de Nossa Senhora Aparecida

Este museu, localizado no 2° andar da torre, conta com um espaço de exposição de peças regionais de origem indígenas, além de peças como a rosa de ouro, obras de arte de Vitor Brecheret, coleção de Santa Gertrudes, e tema da cidade de Aparecida, suas histórias e imagens paulistas que remetem ao século 17.

O horário de visitação é o mesmo do mirante da torre, sendo que a entrada tem o valor de R$8,00 podendo ser meia entrada para estudante, professores, adultos com mais de 60 anos e crianças com menos de 5 anos não paga. Para conseguir realizar a visitação é necessário preencher um formulário e agendar a visita.

  • Memorial de Devoção a Nossa Senhora de Aparecida

Este circuito turístico, localizado no pátio, ao lado do centro de apoio aos romeiros conta com mais de 60 itens do museus de cera, o cantinho de devotos mirins, o cine padroeira, além de lojinhas de produtos religiosos e também um espaço de exposições. Tem funcionamento de segunda a sexta das 9h até às 18h, aos sábados das 8h às 19h e domingos das 7h às 18h, os ingressos de entrada são R$15,00, sendo que crianças até 5 anos de idade não é cobrado nenhum valor.

  • Campanário

A obra foi realizada integrado às obras de jubilei de 300 anos de comemoração da imagem. Este monumento integra 13 sinos que fazem referência aos 12 apóstolos e ainda fazem referem aos bispos e cardeais que fizeram parte da história da nossa senhora de Aparecida desde sua aparição. O sino 13º possui uma tamanho maior e referem-se além da imagem da cidade, também a virgem de São José e também à família da campanha dos devotos.

O material dos sinos é o bronze, e de acordo com Cláudio Pastro, já falecido no ano de 2016, artistas sacro destas obras, foi dito que o som que emite dos sinos feitos a partir do bronze é a voz de Deus.

  • Centro de Apoio aos Romeiros

O centro de apoio é uma estrutura para oferecer maior conforto a quem visita a casa da mãe Aparecida. Foi inaugurada no dia 30 de maio do ano de 1998. Esta possui uma área de 8200 metros quadrados e oferece praça de alimentação, restaurantes, lanchonetes e quiosques, lojas de artigos religiosos, fraldário, sanitários, bebedouros, pontos de encontro, parque de diversão, aquário de visitação e também terminais bancários 24 horas. Fica localizado no pátio do Santuário.

  • Presépio

O morro do presépio localiza-se no pátio da igreja, e conta com mais de 70 esculturas que trilham e demonstram o nascimento de Jesus e também o encontro da imagem no rio pelos pescadores, além de grutas, lagos, mirantes e cascatas. Possui ao todos 7345 metros de comprimentos, sendo que as pessoas possuem tamanho real, sendo do artista Alexandre Moraes, feitas todas em cimento.

  • Bondinho Aéreo

O bondinho aéreo de aparecida foi construído pela Bontur SA, e aos visitantes oferece umas vista privilegiada de todas a cidade e basílica aos romeiros. Conta com 47 bondinhos, com altura de aproximadamente de 120 metros de altura e um percurso de aproximadamente 1 quilômetro. Este liga a basílica ao morro do cruzeiro e o ingresso é de R$26,00 por adulto, meia entrada e crianças de até 5 anos não paga.

Matriz Basílica Nossa Senhora Aparecida – Basílica Velha

A basílica velha, ou Igreja de Monte Carmelo foi inaugurada no ano de 1888. Esta foi reformada e restaurada em vários anos, sua última foi no ano de 2004 e sua inauguração foi apenas em 2015.

O funcionamento da igreja é de segunda a quinta das 6h até às 20h, sexta e finais de semana das 6h até as 21h. Os horários da missa são; Segunda-feira às 7h e 18h; Terça, Quarta e Quinta às 18h; Sexta-feira às 7h e 18h; Sábado às 15h e às 19h e Domingo às 19h. Sendo que os horários de segunda à sexta-feira são transmitidos pela TV Aparecida. Também há plantões de benções todos os dias das 8h até às 11h e retomam das 14h às 17h. Há opções de agendamentos em grupos de romarias que devem ser agendados com pelo menos 1 mês de antecedência pelo telefone (12) 3104-3492.

Porto Itaguaçú – Passeio de Barco no Rio Paraíba

O nome do porto quer dizer pedra grande em tupi-guarani, ali foi encontrada a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Este possui uma área equivalente a 1290 mil metros quadrados e foi inaugurada em 6 de abril do ano de 1926. Oferecem passeios de barco todos os dias das 8h até as 17h. Possui uma duração de 20 minutos e é monitorada e são levados até o local onde foi encontrada a imagem. Para mais informações sobre valores é possível entrar em contato via e-mail e telefone, seguem as informações, passeio@riosanto.com.br e (12)9-9131-7269.

Morro do Cruzeiro

O morro do cruzeiro localiza-se  fora do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, para chegar ao morro do cruzeiro é necessário passar por um viaduto da rodovia Presidente Dutra. Na sexta- feira da quaresma é tradicional a procissão até o morro. No topo do morro, além claro da cruz há também a capelinha inaugurada no dia 6 de abril de 1948 do vigário Padre Antônio Pinto de Andrade. A primeira cruz foi colocada no anos de 1925.

Festas Religiosas

Além de seus pontos turísticos, a cidade de Aparecida é referência em festas, eventos e comemorações religiosas. Das festas mais famosas estão a Festa de São Benedito, Festa de Reis e Festa comemorativa a Nossa Senhora de Aparecida.

  • Festa de São Benedito

A festa de São Benedito já acontece há mais de 100 anos e é considerada a maior comemoração religiosa do estado de São Paulo. A festividade tem duração de 9 dias e nesse período as visitações chegam a atingir aproximadamente 300.00 pessoas. Esta festa tem origem com a fundação da irmandade de São Benedito no ano de 1909, com tradição de definir um rei e uma rainha e reúnem cerca de 1000 voluntários na organização desta festa. A celebração costuma ocorrer no mês de abril e contam com shows de bandas regionais, procissões e fasta gastronomia da cidade.

  • Festa de Santos Reis

A festa comemorada no dia 6 de janeiro faz referência aos três reis magos que visitaram o menino Jesus em seu nascimento. Esta comemora cantores e instrumentistas que andam pelas ruas da cidade visitando casa e localidades em busca de oferendas e alimentos. Estes entoam músicas de louvores a Jesus e aos Santos Reis. É uma tradição de cunho religioso, sendo muito marcante nos países da América Latina.

Camelódromo e Lojinhas de Aparecida

Por último e não menos importante, a tão falada e citada feira de Aparecida. Ela fica localizada na avenida Papa João Paulo II, numa grande extensão, com mais de 2000 bancas que são montadas em todos os finais de semana. Oferecem produtos dos mais simples como roupas, brinquedos até produtos eletrônicos, são famosos já que possuem baixos preços.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Sudeste

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *