Palácio do Planalto – Visita

Cerca de 7 bilhões de estrangeiros tem o brasil como destino anualmente, já que é um pais com diversos cartões postais, um mais maravilhoso que o outro, diga-se de passagem, também tem a população brasileira como turistas nas cidades do pais. As belezas naturais do pais fazem sucesso no exterior, como as praias mais famosas: a Praia da Lagoinha do Leste em Florianópolis, Santa Catarina. A praia de Lopes Mendes em Ilha Grande, Rio de Janeiro. A praia de Bonete em Ilhabela, São Paulo. A praia da Moreré na Ilha de Boipeba, Bahia. A praia do Patachó em São Miguel dos Milagres, Alagoas. A Praia do Leão em Fernando de Noronha, em Pernambuco. A Praia do Espelho, na Bahia. A Praia da Baía dos Porcos em Fernando de Noronha, Pernambuco. A Praia da Baía do Sancho, também em Fernando de Noronha, Pernambuco. A Praia do Itaipú de Fora em Maraú, na Bahia, entre muitas outras situadas no litoral do brasil. Mas não são só as praias que os atraem, os centros históricos também têm sua participação, como o centro histórico de Penedo em Alagoas, o Forte do Presépio na Bahia, Ouro Preto em Minas Gerais, Pirenópolis em Goiás, São Luís no Maranhão, Diamantina, também em Minas Gerais, Porto Seguro na Bahia, Laranjeiras em Sergipe, Paraty no Rio de Janeiro, Tiradentes em Minas Gerais, São Francisco do Sul em Santa Catarina, Antonina no Paraná e Alcântara no maranhão.

Há algumas cidades que são as preferidas no trajeto turístico não só pela beleza como pela a culinária, como o Rio de Janeiro que tem como atração mundialmente famosa o cristo redentor que é considerado uma das sete maravilhas do mundo todo. Construído no alto do morro do corcovado, tendo como um dos meios de acesso os famosos bondinhos que dão uma vista privilegiada da cidade. São Paulo, com as avenidas comerciais como a vinte e cinco de março e os eventos nacionais e internacionais. A Bahia, com o carnaval mais populoso e agitado, com as comidas típicas da terra e as praias de beleza imensurável, como dito antes. Belo Horizonte, que tem como atração turística o Inhotim, um museu de céu abeto considerado um dos maiores do mundo todo, a lagoa da Pampulha e a Praça da Liberdade com o circuito do Centro de Arte popular e arredores. Paraná com Foz de Iguaçu como atrativo turístico, geralmente tem sua atração turística devido ao clima, se estiver no verão é procurado pelas cascatas e cachoeiras, se for frio é procurado pela gastronomia das fondues, sopas, cafés, entre outros. Mas é sempre procurado pelas compras, já que faz divisa com o Paraguai e Argentina. Manaus no Amazonas, com a sua beleza natural do Encontro das aguas do Rio Negro e do Rio Solimões, sendo assim formando o maior rio do planeta, o Rio amazonas, e também é situado em Manaus o Teatro do Amazonas, sendo patrimônio histórico nacional em homenagem a Republica Brasileira. E o Porto Flutuante que é umas das atrações mais movimentadas, com abundante quantidade de navios e barcos de quaisquer tamanhos, sendo considerado o maior Porto Flutuante do mundo todo que tem como trajeto o Rio Negro.


E por fim o Distrito Federal em Brasília, sendo a capital dos negócios e convenções é uma das cidades mais procurada internacionalmente e pelos próprios brasileiros. Essa procura pela cidade não está muito relacionada com lazer, apesar de ter pontos bonitos, os turistas vêm mais por causas familiares, quando algum parente ou amigo mora ou está passando uma temporada. É uma cidade com muitos recursos na área de trabalho por conta dos inúmeros concursos e na área da educação, e também pela saúde, compras e religião. Arquitetura da cidade é extremante bela, contatando com as obras do Arquiteto Oscar Niemeyer, um dos principais arquitetos que desenvolveu a arquitetura moderna. Brasília é cidade do governo brasileiro, onde se situa vários monumentos como a Esplanada dos Ministérios, o Supremo Tribunal Federal, o Palácio da Alvorada, e também o afamado Santuário Dom Bosco, na Asa Norte o Parque Nacional de Brasilia, entre outros.

Mas o mais importante monumento do poder executivo do Brasil de Oscar Niemeyer é o Palácio do Planalto, sendo uns dos primeiros projetos construídos na capital em agosto de mil novecentos e cinquenta e oito e inaugurado em mil novecentos e sessenta, levando apenas dois anos para a conclusão, tendo como marca principal do projeto na fachada do edifício colunas curvas parecendo velas de barcos. É localizado na Praça dos Três Poderes. É onde abriga o gabinete do presidente, também a secretaria Geral, sendo a principal sede do Governo Federal do Brasil, entre outros poderes aquisitivos. Oscar Niemeyer projetou uma rampa na entrada do edifico tornando fácil o acesso para discursos dos membros presidenciais a população, no primeiro andar fez um design mais simples no segundo andar projetou o Salão Nobre, sendo o maior salão do edifício, o Salão Leste que é onde os presidentes tomam as decisões e assinam documentos, e também o Salão de Reuniões Suprema juntamente com a Sala de Imprensa. No terceiro andar é onde situam os escritórios dos secretários do presidente e o Gabinete presidencial que é divido em três partes: o quarto de convidados do presidente, a sala de reunião presidencial e o escritório. E no quarto e último andar estão os escritórios dos membros governamentais como o escritório da Casa Civil, juntamente com o Gabinete de Segurança Institucional Da Presidência da República Brasileira e uma enorme sala de estar destinada ao conforto dos demais habitantes do edifício.

O Palácio do Planalto tem livre acesso ao público aos domingos, no horário das nove da manhã até as duas horas da tarde, sempre serão visitas guiadas por um guia de passeio oficial do Palácio do Planalto que duram cerca de vinte minutos, no restante dos dias da semana o edifício é restrito, podendo apenas a locomoção do pessoal autorizado que trabalha no ambiente. Nas visitações raramente é possível ver o presidente, pois geralmente ele chega pelo heliporto ou é conduzido por seguranças federais pela entrada do lado norte. O batalhão da guarda Presidencial juntamente com o primeiro regime de cavalaria de guardas, também nomeado como dragões da independência, fazem a segurança do local, sendo alternados a cada seis meses.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Centro-Oeste

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *