Palácio do Jaburu por Dentro

Desde o impeachment de Dilma Rousseff no ano de 2016 o foco do noticiário político foi desviado do Palácio da Alvorada, moradia oficial do presidente da república, para o Palácio do Jaburu residência dedicada ao uso do vice-presidente. Michel Temer assumiu interinamente o governo do país, mas continuou morando com sua esposa e filho na residência projetada por Oscar Niemeyer. O projeto da residência que pode ser usada eventualmente para reuniões é de 1973, contudo, só passou a ser ocupada efetivamente a partir de 1977.

O nome dessa residência oficial se deve a proximidade com a Lagoa Jaburu. Temer foi o sexto vice-presidente a ocupar a moradia, antes dele vieram: Aureliano Chaves que era vice de João Figueiredo; José Sarney que foi vice de Tancredo Neves; Itamar Franco vice do governo de Fernando Collor; Marco Maciel que foi vice de Fernando Henrique Cardoso e José Alencar que foi vice de Luiz Inácio Lula da Silva.

Beleza Arquitetônica Cercada pelo Lago Paranoá

Localizado na Via Presidencial, o Palácio do Jaburu, fica entre o Palácio do Planalto e o Palácio da Alvorada. Uma particularidade dessa residência oficial é ter sido criada para ser usada apenas como moradia, embora, haja espaços para a realização de reuniões eventuais.

Com mais de 4 mil m2 esse palácio está cercado pelo Lago Paranoá e possui espaço generoso de jardim e varanda. O projeto desenvolvido por Oscar Niemeyer tinha como objetivo unir um visual de casa antiga de fazenda com a técnica fabulosa do concreto armado que marcou sua carreira. O minimalismo de suas linhas retas e cores neutras se completa com a abundante vegetação.

Decoração Requintada

Equiparando-se com o Palácio da Alvorada, o Palácio do Jaburu, possui decoração extremamente requintada com inúmeras obras de arte, painéis, paisagismo entre outros elementos. A capela, que fica ao lado da entrada do palácio, é outro exemplo de ornamentação rica em beleza e valor tendo piso de mármore branco. O principal destaque desse espaço é a imagem de Nossa Senhora Aparecida que foi entalhada num único bloco de madeira pelo artista mineiro Valcides Mairinque.

Conhecendo o Palácio do Jaburu por Dentro

Hall de Entrada

O primeiro espaço a ser visto ao passar pela porta principal do Palácio do Jaburu é o seu hall de entrada. Nesse ambiente estão reunidas peças de grande valor monetário e cultural como o quadro de Rubem Valentim, as lindas cadeiras de jacarandá do século 18 e a mesa que data do século 19.

Sala de Espera

Logo adiante do interessante e rico hall de entrada está a Sala de Espera. Nesse espaço é difícil não apreciar a maravilhosa poltrona Marquesa que foi projetada por Oscar Niemeyer.

Escritório

O escritório fica situado ao lado da Sala de Espera e possui revestimento e piso de madeira. O vice-presidente da republica pode utilizar esse espaço com mesa brasileiro do século 19 e quadro ‘Cidade’ de Antônio Bandeira para fazer reuniões.

Sala de Estar

Esse cômodo está separado da Sala de Espera por um painel de vidro transparente de Marianne Peretti que objetiva proporcionar a contemplação da beleza de ambos os ambientes. Porém, o mais impressionante é adentrar o espaço que possui parede revestida de espelho além de algumas peças de prata e uma mesa de centro fantástica projetada pelo designer Mies van der Rohe.

Sala de Almoço

A divisória da Sala de Estar e da Sala de Almoço consiste num painel curvilíneo. Nesse ambiente dedicado as refeições estão cadeiras Tião de Sergio Rodrigues juntamente com um baldaquim que é coroado por imagem sacra. A parede oposta tem como destaque uma obra inigualável de Athos Bulcão.

Cozinha e Quartos

A cozinha assim como os quartos (incluindo a suíte de casal) ficam no térreo do Palácio do Jaburu. O cinema particular, garagem, sala de TV entre outros espaços ficam no subsolo.

Área Externa

O espetáculo de beleza da decoração e ornamentação do Palácio do Jaburu continuam em sua área externa que tem como principal destaque o painel de mármore e a paginação recurvada do piso projetado em preto e branco por Athos Bulcão. Nesse espaço ainda está a escultura intitulada ‘Leda e o Cisne’ do escultor brasileiro Alfredo Ceschiatti. Ainda fazem parte desse espaço mesas e cadeiras que tem a assinatura de designers de renome internacional.

Jardim do Palácio do Jaburu

O projeto paisagístico do Palácio do Jaburu é de autoria do grande Burle Marx e se caracteriza por uma vegetação variada na qual estão inseridas árvores nativas do cerrado do país e todos os lugares do mundo. Completam a visão exuberante de natureza ainda o viveiro natural no qual estão inseridos animais como emas, cardeal do nordeste e coleiro baiano. A Lagoa do Jaburu contribui para que o ecossistema seja extremamente equilibrado.

Visitação ao Palácio do Jaburu

É possível visitar o Palácio do Jaburu no tour oficial que contempla também o Palácio da Alvorada todas as quartas-feiras no período das 15h às 17h sendo que a visita tem uma hora de duração. Não precisa fazer agendamento.

Que tal conhecer um pouco do Palácio do Jaburu por dentro? Assista a esse vídeo oficial que faz um tour pela residência.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Centro-Oeste

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *