O Perigo da Água-viva na Austrália

            O banhista deve tomar extremo cuidado e se informar ao partir para um banho de mar na parte continental australiana, já que entre os meses de outubro e maio, há grande quantidade de água-viva nas praias, já que estas vêm para a costa em busca de alimento.

            A presença de água-viva é comun em mais de 66% do litoral australiano, o que faz com que as autoridades locais proíbam o banho de mar. Muitos desconhecem o perigo do contato com as água-viva e imaginam que o problema seja apenas as queimaduras provocadas, porém não é tão simples assim. A água-viva é uma espécie que pode ser letal, pois ela possui gavinhas capazes de injetar veneno e caso o contato seja próximo ao coração, o choque gerado pode culminar na sua parada.

            O lado bom é que nas áreas das Ilhas da Grande Barreira de Corais as medusas nunca foram vistas e os mergulhadores e banhistas podem ficar tranqüilos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Oceania

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *