Chalice Well Trust – Reino Unido

A instituição de caridade Chalice Well Trust é a responsável por administrar um dos poços mais antigos da Grã-Bretanha. O poço Chalice Well é também conhecido como Red Spring pela coloração vermelha das suas águas proveniente dos depósitos de óxido de ferro que oxidam ao entrar em contato com a superfície. Está situado no Vale de Avalon – terra do lendário Rei Arthur – entre o Chalice Hill e o Glastonbury Tor, importantes pontos turísticos locais.

O Poço Chalice Well

Assim como o poço, seus jardins do entorno, estão sob a responsabilidade de gestão da Chalice Well Trust que foi criada por Wellesley Tudor Pole no ano de 1959. Uma pesquisa de 2009, da Universidade de Exeter, descobriu que o poço é alimentado pelas águas de aquífero profundo que está localizado em níveis mais subterrâneos que as areias de Pennard.

De acordo com evidências arqueológicas – como sílex do alto paleolítico e mesolítico e cerâmica da Idade do Ferro – esse poço é utilizado há mais de 2 mil anos constantemente. Foram encontrados também fragmentos de passagem romana e medieval no local. A água desse poço nunca deixou de correr, mesmo nos períodos de seca.

O Poço Chalice Well

O Poço Chalice Well

Chalice Well Trust

Wellesley Tudor Pole era um homem de visão que tinha grande discernimento a respeito da importância da fé religiosa de cada indivíduo como uma forma de evolução espiritual. A Chalice Well Trust foi criada no ano de 1959 exatamente como uma forma de preservar esse lugar sagrado que serviria para a contemplação e a peregrinação de todas as fés.

O poço é circundado por lindos jardins que ajudam a difundir a paz e a tranquilidade de espírito. A atmosfera local conta com uma aura diferenciada tendo sido o berço para diversas tradições como druídica, pagã, religiosa entre outras. No início do século 20 uma tampa foi projetada para o poço pelo arqueólogo Bligh Bond com o símbolo Vesica Piscis que é um símbolo de sagrado de transformação.

Magia Para Diversas Religiões

Credita-se as águas desse poço poderes curativos, isso desde primórdios dos tempos. É um lugar considerado sagrado por diferentes religiões e no ano de 2001 recebeu o título de Jardim da Paz Mundial. Nas mitologias galesa e irlandesa era considerado como um portal para o mundo espiritual.

Já para os cristãos, o Chalice Well, seria o local em que José da Arimateia teria deixado o cálice que apanhou as gotas de sangue de Jesus Cristo. O poço seria assim um elo com a lenda do Santo Graal. O vermelho da água seria ainda um símbolo dos pregos enferrujados que foram usados na crucificação de Jesus.

Entrada Para o Chalice Well Trust

Entrada Para o Chalice Well Trust

Há ainda a corrente que diz que quando José da Arimateia escondeu o cálice no poço suas águas se tornaram imediatamente avermelhadas. O espinheiro de Glastonvury (Crataegus Monogyna praecox) que floresce sempre no natal seria uma lembrança do local em que José posicionou seu cajado.

Chalice Well foi ainda bastante retratado por escritores do século 20 como um lugar de encontro com o sagrado feminino, sendo o poço a representação da mulher e a Glastonbury Tor a representação do homem. Tornou-se assim um destino bastante popular para pagãos e neopagãos em busca do sagrado feminino.

Chalice Well na Literatura e Televisão

O Olho de Elena da série de livros “Trono de Vidro”, da autora Sarah J. Maas, foi inspirado no símbolo do Chalice Well. Aparece também na série de televisão “Kingdom of Mei” como um dos principais ensinamentos do Cristianismo como um cataclismo cíclico.

Visitas ao Poço de Chalice Well

O poço está situado no entorno de Glastonbury, a pé caminhando a partir do centro da cidade dá um tempo de cerca de 10 a 15 minutos. É possível combinar um passeio que passa pelo centro da cidade e pelo Glastonbury Tor. O local não possui estacionamento, exceto para pessoas com deficiências. Por estar numa estrada estreita e com muito movimento não há linhas de ônibus que passem pelo local.

Placa Chalice Well

Placa Chalice Well

Uma dica é a rota de ônibus de Shepton Mallet para Glastonbury que se aproxima da entrada do Well Garden. Se o poço e seus jardins estiverem fechados ainda é possível ter contato com as águas do Chalice Well através de um tubo que passa pela parede do jardim em Wellhouse Lane. Existe um tubo semelhante que está situado no lado oposto e que fornece água da White Spring.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Europa

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *