Caverna Fisher Ridge nos Estados Unidos

Em um dos 50 estados dos Estados Unidos da América, o Kentucky, que está localizado na porção sudeste desse país, mais especificamente na região interior da costa leste, há uma das dez cavernas consideradas mais interessantes que existem em todo o mundo, a Fisher Ridge. Essa caverna é um dos pontos de turismo que contribuem com a maior parte da fonte de renda desse estado norte-americano, que também apresenta uma grande fonte proveniente das atividades relacionadas com a indústria, o que é típico da grande maioria dos estados dos EUA.

Outro ponto de atração turística muito conhecida nesse estado é o chamado “Sistema Mammoth”, ou também conhecido como “Parque Nacional de Mammoth Cave”, o “Mammoth Cave National Park”, em inglês. Como o próprio nome já sugere, é um parque reconhecido pela presença de suas cavernas, além de túneis e grutas de origem natural. O parque inteiro conta com cerca de quinhentos e noventa e um quilômetros de extensão explorados sendo, basicamente, constituídos por rochas de origem sedimentar, isto é, são formadas por rochas do tipo sedimentares. Esse tipo de formação rochosa é a que mais costuma abrigar os fósseis, sendo um importante local de fontes de pesquisa arqueológica. Além disso, o parque abriga uma extensa variação tanto de fauna quanto de flora, principalmente dentro de sua rede subterrânea, contando inclusive com alguns indivíduos que pertencem a algumas espécies que, infelizmente, se encontram no estado de ameaça de extinção.

Atualmente o Parque Nacional de Mammoth Cave é considerado um dos patrimônios mundiais pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, a UNESCO, desde o dia 27 de outubro do ano de 1981. Ademais, esse parque também é considerado como um dos inscritos na chamada “reserva internacional da biosfera”, desde o dia 26 de setembro do ano de 1990, devido à sua imensa variação de biodiversidade e de sua riqueza arqueológica e geológica para a humanidade.

Em uma localização próxima ao sistema Mammoth, no ano de 1981, um grupo de espeleólogos que trabalhavam para um grupo chamado na época de Detroit Urban Grotto of the National Speleological Society, provenientes de um outro estado dos EUA, o Michigan, descobriram a caverna Fisher Ridge no estado de Kentucky. Espeleólogos são pessoas cuja profissão é trabalhar com a espeleologia, que, do latim e do grego, significaria, em português, “espelunca” ou “caverna”, sendo a ciência que estuda cavidades naturais e outros tipos de formações geológicas que apresentem diferentes meios de formações, além de características físicas, bem como inúmeras formas de vida existentes e que também contribuem fundamentalmente para a sua constituição e evolução ao longo das eras geológicas do planeta Terra.

A localização em que se encontra a Fisher Ridge apresemta uma altitude relativamente elevada, com aproximadamente cerca de duzentos e cinquenta e oito metros acima do nível do mar. Essa caverna também apresenta uma extensão de cerca de cento e oitenta e um quilômetros somente de passagens rápidas, que foram descobertas de maneira gradativa ao longo de quase trinta e um anos a partir do início dos estudos feitos por arqueólogos nesse local. Outras coisas interessantes que foram descobertas ao longo desse período de buscas foram pegadas de animais, sendo que algumas parecem corresponder a alguns fósseis também encontrados ao longo da extensão subterrânea. Restos de bastões que provavelmente serviram como tochas por alguns de nossos ancestrais também foram encontrados, sendo que a partir do estudo realizado com a quantidade de carbono nesses objetos orgânicos, a datação corresponderia a uma possível visitação realizada há aproximadamente quase de três mil anos atrás.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
América

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *