Gruta dos Palhares – Lendas e Histórias

Poucos sabem, mas o famoso triângulo mineiro possui uma rica história sobre seu desenvolvimento. O berço desse histórico é reconhecido como uma região de belezas naturais incríveis e um exemplo de localidade dessa beleza é a Gruta dos Palhares, no município de Sacramento dentro do estado de Minas Gerais.

Todo ano a Gruta dos Palhares recebe uma quantidade enorme de visitantes curiosos, tanto do Brasil quanto do exterior, que desejam conhecer esse lugar fascinante. O local fica aproximadamente vinte quilômetros distante de Sacramento. Também conhecido como Parque Municipal da Gruta dos Palhares, o local começou a ser explorado na época de 1879 por irmãos que eram professores universitários da faculdade de Franca (São Paulo).

Diz a lenda que os dois caminhavam pelo local munidos apenas à luz de velas e grãos de milho que iam marcando o caminho trilhado. Andando pelo local das seis horas da manhã até as sete horas da noite, eles descobriram e registraram que a gruta apresentava cento e quarenta e três cômodos e que no meio encontrava-se uma cachoeira. Entretanto, estudiosos subentenderam posteriormente que a água vinda da cachoeira tinha a capacidade de abrir buracos para seus caminhos, sendo assim, existiriam mais fendas abertas pela cachoeira e consequentemente bem mais que cento e quarenta e três cômodos como foi dito e registrado pelos irmãos.

A Gruta dos Palhares apresenta quatrocentos e cinquenta metros de profundidade presenteados com uma beleza exótica que atrai qualquer pessoa. Além disso, possui vinte metros de altura o que desperta um pouco de medo naquele que deseja escalar ou subir nas pedras.

O nome “Palhares” é uma homenagem a uma família da região e não tem relação com os irmãos que chegaram ao local pela primeira vez. Segundo os moradores da região a Gruta dos Palhares foi descoberta a mais de cem anos, portanto, a região em que hoje se localiza o parque que recebe milhares de turistas, antigamente era repleta de floresta e mata alta. No entanto, certo dia, um individuo teve a iniciativa de transformar toda a floresta em um jardim coberto por rochas.

Os funcionários que cuidam e administram o parque, trabalham de segunda a domingo e relatam grande dificuldade em cuidar da grande extensão do monumento natural. Para muitos a Gruta dos Palhares também representa um local abençoado e mágico por provocar paz de espírito e um grande contato com a natureza a todos que a visitam. Os trabalhadores contam ainda que a Gruta representa praticamente uma segunda casa deles.

O passeio no parque se inicia em uma das cavernas da gruta, um local bem fechado e escuro que pode provocar receio de entrar em alguns visitantes. Algumas pessoas mais altas precisam se abaixar para entrar no buraco que dá acesso a primeira caverna, também chamada de grande salão. Até chegar à cachoeira e ter possibilidade de contato com a água após um longo percurso seco, a pessoa deve caminhas por 14 cavernas. Outras pequenas grutas também podem ser encontradas no percurso externo de conhecimento do parque. Vale destacar que em uma delas pode se encontrar uma imagem de Nossa Senhora, exportada da Alemanha em 1991, conhecida como Nossa Senhora da Rosa Mística.

As lendas que mais assombram a região são sobre espíritos e assombrações que rondam o local durante a noite.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Natureza

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *